Vinte e Alguma Coisa

Amor não é a resposta, trabalho também não é.... A verdade é tão incompreensível que dói... Mas eu continuo me divertindo e acho que essa é a chave.. Tenho vinte e poucos e continuarei sendo a mesma coisa....

novo processo criativo

5 comentários
Então ela se sentou para escrever poesias. Sim, não foi a primeira vez, mas o contexto era totalmente novo. Antes, os versos que saiam de dentro dela, eram envoltos em dor, daqueles que sufocam quando são lidos e saíam gritando, querendo rápido morar no papel, para ver se ela ficava livre daquilo. Agora, estes, só podem sair repletos de felicidade, exaltando o amor. Fácil não, pensou.

Sentou-se em frente a tela, tinha desenvolvido essa nova mania de não mais escrever no papel, olhou para aquele tanto de teclinhas no teclado preto, e começou a se lembrar dele. Ideias e sentimento vieram, mas as palavras... Mas para que mesmo esse esforço, questionou-se enquanto ainda mirava a tela branca. Ele gosta de poesias, ela lembrou. Mas eu escrevo contos, protestou.

Continuou olhando para a tela, enquanto os dedos tentavam captar aqueles sentimentos presentes no seu coração e transformá-los em versos. Depois de um razoável tempo, ela consegui visualizar umas letras, uns versos e quem sabe, uma poesia.

Lendo, ela não consegui se ver lida ali. Ela sentia muito mais que aqueles versos contavam. Mas, era hora de reconhecer que é uma péssima poetisa. Com esse novo conceito, agora, ela enfrenta uma nova dúvida: entregar a ele a versão virtual ou a versão antiga, com sua própria letra?

5 comentários :

Carla Leão disse...

Já faz um tempo que não consigo escrever mais nada no papel, é td direto no pc,mas abriria uma exceção para um caso assim, de amor rsrsrs!

Acho que digitado ou a mão ele vai super curtir, o q vale é a intenção não é??
Beijinho, boa semana!

Marcela Fernanda disse...

Eu sempre começo no papel. Geralmente a inspiração surge qdo eu não o na frente do pc. Interessante q qdo a gente tá feliz escrever não se torna tão interessante, viver consome todo tempo!!
:)
Eu prefiro escrito à mão, fica mais real. Amo a tecnologia, mas a realidade é muito mais bonita!

Ivich disse...

Carla,

eu detestava escrever no PC, agora, acho estranho pegar o lápis e o papel.

Beijo

Ivich disse...

Marcela,

num é? Eu nem sei mais o q escrever por aki! ;)

Ivich disse...

Marcela,

num é? Eu nem sei mais o q escrever por aki! ;)