Vinte e Alguma Coisa

Amor não é a resposta, trabalho também não é.... A verdade é tão incompreensível que dói... Mas eu continuo me divertindo e acho que essa é a chave.. Tenho vinte e poucos e continuarei sendo a mesma coisa....

Quando se acaba?

Um comentário

Foram sete volumes, um semestre, várias reclamações, mais de um século de história!

Termimei a leitura de minha primeira saga brasileira: O Tempo e o Vento do Érico Veríssimo.
É estranho, reclamei tanto durante a leitura, principalmente durante os dois volumes de O Retrato, não via a hora de fechar o último volume. Agora, já estou com saudades da Ana Terra, da Dinda e principalmente do Floriano.

O que mais me chamou atenção foi a surpresa do útlimo livro, creio que valeu a pena ler tim tim por tim tim a história quando o autor nos revela a "surpresa" e entendemos cada um dos seus personagens, cada parte da história, porque odiamos e amamos alguns deles...

Sinto como se estivesse me despedindo de alguém com quem fiz uma longa viagem, daquelas onde passamos por poucas e boas. Nunca achei que iria sentir tanta falta de uma série assim.

Um comentário :

Carla Leão disse...

Sempre tenho essa sensação ao acabar de ler. Fica aquele gostinho de quero mais.

Beijocas