Vinte e Alguma Coisa

Amor não é a resposta, trabalho também não é.... A verdade é tão incompreensível que dói... Mas eu continuo me divertindo e acho que essa é a chave.. Tenho vinte e poucos e continuarei sendo a mesma coisa....

Comportamentos não usuais

4 comentários
Desde que entrou na tal da universidade que perdeu o interesse em aguardar o resultado das avaliações que ocorrem ao longo do semestre. Não sabe certamente o motivo, mas não gosta mais de receber suas notas.

Não consegue entender a ansiedade de seus colegas de turma, que toda aula pós avaliação, atormentam os professores, com uma tonelada de perguntas do tipo: 'quanto valia tal questão?', 'já corrigiu as provas?', 'que dia vai disponibilizar as notas?', 'trouxe as provas hoje?'. Sempre que esse interrogatório começa, se encolhe no canto da sala, faz o maior esforço para não escutar nenhuma das respostas, e ainda que seja difícil de fazer com que as pessoas acreditem, sente um bocado de pena da figura atrás da mesa grande, que vai diminuindo à medida que a chuva de perguntas vai se tornando mais forte.

Alguns de seus colegas não suportam essa postura, e a cada nova avaliação, tentam contagia-la com a expectiva da espera. Dizem que é melhor saber logo, perguntam se não morre de curiosidade, chegam ao máximo de perguntar se consegue dormir tranquila.

Com um sorriso, consegue respiar para não fazer gracinhas, e responde que sim: que dorme, não morre de curiosidade, e que se pudesse, não faria e nem receberia resultados de avaliação. E ainda abusa da boa vontade deles, ao dzer que
não sente a menor falta daquilo que não muda em 'quase' nada a sua vida. Eles, com olhares espantados, dizem com ar de superioridade, "Você deve ter um parafuso a menos". O que deve mesmo ser verdade!

4 comentários :

Carla Leão disse...

Menina, pensei q fosse só eu, mas assim, nemos mal né!!!!

Dá vontade de gritar, helloooo, vcs num tão mais no ensino médio!!!

Bjosk's, boa semana!

Marcela Fernanda disse...

Então TEMOS parafusos a menos... Eu não faço a minima questão! Inxe!!
:*

Ivich disse...

Carla,

a minha vontada é um pouquinho mais complexa: sinto vontade de segurar o pescoço deles, encosta-los na parede e dizer: "Acorda!!! Ir bem ou mal, não vai te tirar o ar, como eu estou fazendo", rs.

Ivich disse...

Marcela,

vamos começar a tirar os parafusos de algumas pessoas? Precisamos de mais pessoas como nós! rsrsrs