Vinte e Alguma Coisa

Amor não é a resposta, trabalho também não é.... A verdade é tão incompreensível que dói... Mas eu continuo me divertindo e acho que essa é a chave.. Tenho vinte e poucos e continuarei sendo a mesma coisa....

Laços

6 comentários
Anda se sentindo muito repetitiva ultimamente, sua cabeça não está conseguindo ultrapassar a barreira do cotidiano e navegar para outras águas. Sente-se com se estivesse em uma tempestade em alto mar, nada, se esforça, mas acaba sendo arrastada para a beira da praia.

No fim-de-semana passado, se viu retratada em um personagem de um seriado antigo, que assiste em dias chuvosos. Um jovem estudante não conseguia se concentrar em seus livros por que estava com a cabeça cheia de uma garota. Só que na vida real, não adianta muito ir esvaziar a cabeça com a pessoa em questão. Até mesmo porque, a pessoa não estará interessada em divagar sobre a não relação deles. Aí, ela tem que fingir que deposita todo conteúdo de sua cabeça em uma sacola e deixa do seu lado durante o dia. Essa tática da sacola até funciou por um ou dois dias, mas depois, começou a sentir que iria precisar de mais sacolas do que suportariam os locais que frequenta e parou de enche-las.

Agora, enfarada de seus pensamentos repetidos, tenta fingir que não está, assim, tão ausente quanto aparenta: presta atenção quando lhe dirigem a palavra, foca os olhos nos professores, ainda que seu pensamento vague, e, ainda tenta se concentrar na leitura. Hoje por exemplo, figirá que fará uma prova e que se sairá muito bem.

Apesar de tudo, sente que precisa sim, esvaziar o conteúdo de sua cabecinha dura em sacolas e ir espalhando-as por aí...Precisa dar lugar às coisas novas!
Será que dá tempo de aprender um nó que não consigam desfazer?

6 comentários :

Carla Leão disse...

Menina, credo, espero q as coisas melhorem!
fds chegando, vai dar uma espairecida, andar por ai, pensar na vida!!

Bjinhos :*

Cantinho da Lane disse...

esses dias ando meio aérea... minha cabecinha tb anda dando voltas e bvoltas... tenha um ótimo fim de semana e beijocas!!

Marcela Fernanda disse...

Pelo menos reconhece q precisa dar lugar a coisas novas o/ Sorte! Bjs

Ivich disse...

Carla,

eu até que andei por aí. Mas não pensei nem um pouquinho na vida. Tá complicado, rs...

Ivich disse...

Elaine,

deviam fazer um aeroporto para cabeças voadoras. Aí, elas não iriam precisar ficar voando por aí.

Ivich disse...

Marcela,

será q isso é um bom começo?