Vinte e Alguma Coisa

Amor não é a resposta, trabalho também não é.... A verdade é tão incompreensível que dói... Mas eu continuo me divertindo e acho que essa é a chave.. Tenho vinte e poucos e continuarei sendo a mesma coisa....

Voltas à um tempo perdido

5 comentários
Todos os dias ela ainda olha para a foto no crachá, lá esboçava um sorriso, tinha acabado de conseguir um estágio, tinha alguns pequenos planos, mas não tinha nenhuma expectativa para com o estágio. Estava aguardando que ele se revelasse. Sentia-se quase feliz.

O tempo passou, dias intermináveis foram dando lugar a dias mais calmos, dias calmos cederam lugar a dias tumultuados, a rotina foi se estabelecendo. Não sabia se era o que tinha que acontecer, quase não sabia nada sobre trabalhos, exigências, compromissos. Só tentava se adaptar. Não gostava muito, mas não tinha muitas escolhas, calava-se e observava.

Ainda olha para a foto lá no crachá, quietinho no canto da mesa, tenta buscar aquele sorriso, tenta buscar um vestígio daquela quase felicidade. Talvez, aquele sorriso lhe ajude a agarrar um ponto de partida para voltar a participar de algo. Sente-se abandonada naquela mesa imensa, quer voltar a ser convidada a pensar sobre determinado tema. Mas só encontra o sorriso de um tempo ao longe...


Todos os dias ela ainda olha para a foto no crachá e não se reconhece mais ali.

5 comentários :

Marcela Fernanda disse...

Péssimo é qdo estamos num lugar onde não mais nos enxergamos :( Desejo-te pelo menos uma boa semana, abraços.

Carla Leão disse...

Estamos na mesma...
Vontade de sumir!
Boa semana!
Bjos

Ivich disse...

Marcela,

preciso sair rápido. Senão posso acabar não me reconhecendo mais.

Ivich disse...

Carla,

Vamos embora para Pasárgada??

Carla Leão disse...

Vamos!!!! Lá seremos amigas do rei RSRSRS!

Bjinho :*