Vinte e Alguma Coisa

Amor não é a resposta, trabalho também não é.... A verdade é tão incompreensível que dói... Mas eu continuo me divertindo e acho que essa é a chave.. Tenho vinte e poucos e continuarei sendo a mesma coisa....

Retrato de férias

4 comentários
No primeiro dia é aquela maravilha: vou fazer isso, assistir aquilo, ler aquele livro, estudar aquela linguagem e ainda visitar fulano, beltrana e ainda vou a tal e tal lugar. Planos e planos.

No segundo dia, você acorda mais realista, com uma visão menos turva e percebe que aquele plano de 'férias divertidas' está pesado demais. Aí, você decide dormir e não pensar no tanto de coisa que planejou fazer.

No terceiro dia, você abre um daqueles livros que ia ler. Começa bem, lê três capítulos, até que sua mãe se lembra de que você está de férias e em casa, sem nenhuma viagem marcada e começa a te arrastar para todos os compromissos dela.

Nesse ritmo você percebe que a primeira semana evaporou-se! Aí, recorre ao pacote de planos e corta uns itens que não são urgentes, e recomeça a todo vapor na semana seguinte: assiste a aqueles filmes que guardou para essas férias, devora dois livros e ainda passa na casa de uma série de pessoas pra quem você devia uma visita. Essa semana termina e lhe dá uma sensação de cansaço terrível. Parece que você se cansou mais do que quando vai pro trabalho, faculdade e vira a noite fazendo trabalhos e estudando para provas.

Com todo o cansaço, você volta para o plano de férias, risca mais um monte de coisas e promete que vai pegar mais leve na próxima semana. Só que aí o pânico começa: "É a última semana!". O que fazer: Descansar ou cansar? E você vai gastando os dias com cinema, leituras e saídas rápidas.

Então, vem o domingo, com toda sua crueldade, e anuncia que agora se acabou. Os passeios não feitos, os livros não lidos, a linguagem não aprendida, as visitas planejadas vão ficar para a próxima.

Na segunda você levanta no horário de trabalho, não sabe se está animado ou revoltado, mas tem algo no seu estômago. Entra no ônibus ainda pensando na cama, entra no trabalho e aquele restinho de esperança lhe diz: "Você pode fazer o resto das coisas que ficaram pendentes no fim de semana". E o pior é que você sempre acredita e liga seu computador para trabalhar.

4 comentários :

Marcela Fernanda disse...

"Então, vem o domingo, com toda sua crueldade, e anuncia que agora se acabou" | Que crueldade! ):

rs, eu nao tenho o que reclamar das férias. Foram lotadas de compromissos e experiencias :) Deu vontade de mais um mês (ou uns 2), hehe. E logo eu que geralmente apelo pras aulas/trabalho voltarem. Ain ain

Carla Leão disse...

Lembrei de uma coisa q escrevi ha muito tempo atras: Domingos inesquecíveis sempre precedem segundas indesejadas... sem drama é claro! rs

Olhe pelo lado positivo, sentimos saudades, que bom q estais de volta!

Bjos.

Ivich disse...

Marcela,

domingos sempre são crueis, =)
As noites de domingo então, nem se fala.

Tb tenho vontade de mais dois meses de férias...

Ivich disse...

Carla,

Não sei como não fazer dramas com domingos. Eles conseguem sempre ser devastadores, hihihi.

Também senti falta de vocês!